Resenha

Resenha: “Como superar um amor em três listas”

Tanto esse blog, como o projeto SPAA de forma geral, tem um objetivo principal: Valorizar a literatura nacional. Então, no meu primeiro artigo aqui, é impossível não falar da pessoa que me fez começar a ler livros nacionais, a Tânia Picon.

Antes dela, eu só lia livros que estavam na mídia, ou nos lugares estratégicos das livrarias. E de quem eram esses livros? De gente do mundo inteiro, menos no Brasil. A Tânia me fez perceber que existe muita gente boa no Brasil, e me inspirou, inclusive, a começar a escrever.

Ah, Dira, mas quem já leu seus livros, ou os da Tânia, sabe que vocês são amigas. Sim. Somos. Nos tornamos amigas com o tempo, mas isso aconteceu justamente por conta dos benditos livros. E se vocês acham que eu posso ser parcial por causa dessa amizade, fiquem calmos, a primeira pessoa que lê o que a Tânia escreve sou eu, justamente porque eu dou a minha opinião sincera, e sempre digo o que eu não gosto, além de sugerir uma ou outra mudança. Então relaxem, e curtam, porque eu vou falar do meu segundo livro predileto, entre todos os que ela escreveu.

Daí vocês perguntam: mas por que o segundo?? Por que não o primeiro? Porque o meu favorito ela não publicou ainda, e eu devo admitir que tenho uma parcela de culpa nisso, já que eu pedi para que ela segurasse um pouco mais, ainda não acho que seja a hora certa para ele, mas sei que está cada dia mais perto.

Enfim, o tema hoje é outro, e o título já diz muito: “Como superar um amor em três listas”? (Interrogação por minha conta).

O livro está disponível para venda aqui.

A Tânia responde essa pergunta magistralmente nesse livro incrível, cheio de humor, romance e um toque de drama.

lupi

A protagonista se chama Luiza, Lupi para os mais íntimos (yo, por exemplo!). Ela é uma médica chegando aos trinta, casada com um advogado chamado Alex e mãe de uma menina fofa chamada Isabela. Para começar, o Alex foi inspirado no Alex Karev, do seriado da ABC Grey´s Anatomy, ou seja, já me atraiu de cara, porque eu sou a fã louca/surtada que não perde um episódio e revê a série mil vezes.

tumblr_mcq7a8yyhh1rivthyo1_500

A Lupi tem a típica vida de mulher do século XXI, muito exigida no trabalho, terceiro turno para cuidar de casa, filha e marido, e pouco tempo para si mesma. (Quem sempre??) Um belo dia, seu lindo (e agora odiado marido) simplesmente avisa que está saindo de casa porque conheceu uma pessoa. Pá! Assim, do nada. O que me fez querer entrar no livro e esbofeteá-lo.

Por incrível que pareça, apesar do drama, é aí que o humor começa. A forma como a Lupi reage e o apelido “nada carinhoso” que ela coloca na amante do Alex me fazem rir sempre que eu releio o livro. Não vou contar aqui, odeio spoilers, mas leiam e me contem se não é hilário!? Diante da situação, as amigas da Lupi (queridas amigas, por favor, se inspirem na minha próxima fossa), se reúnem para ajudá-la a superar esse momento difícil, e criam as famosas listas! São três listas, que a Lupi precisa seguir para superar o marido.

A lista 01 trata dos desejos que ela não pôde vivenciar, ou seja, os caras que ela admira e que por ser casada, só podia mesmo olhar de longe. A lista 02 se refere às qualidades do próximo namorado da Lupi, ou seja, serve como um guia para encontrar alguém, e a lista 03 inclui coisas que ela deve fazer por ela, para se sentir melhor.

Por que eu amo a lista 01? Porque nela existem dois caras muito gatos! O Rodrigo Lombardi, por quem eu e a Tânia tivemos uma queda (na verdade foi quase uma demolição! Hahaha) e o Bruno, um colega de trabalho da Lupi que na minha cabeça é igual ao Pedro Guerra, o promotor da novela Coração de Estudante, interpretado pelo Bruno Garcia, pelo qual eu sou loucamente apaixonada!

(Pausa para suspiros. Pronto, vamos continuar)

A lista 02 é engraçada porque a gente pensa que pode escolher por quem se apaixona, e a vida já mostrou pra todo mundo que a gente não controla coisíssima nenhuma! (Se não te mostrou ainda fofa, vai mostrar!) E a lista 03 é uma que TODA MULHER DEVE TER, e principalmente, FAZER! Devemos ser nossa prioridade, sempre! =D E não, isso não é egoísmo, é amor próprio. Quando a gente está feliz, é mais forte e capaz de fazer o bem por quem está ao nosso redor. Mas enfim, voltando ao livro…

A vida segue e a Lupi vai vivendo suas aventuras, seguindo as instruções das listas, e ao mesmo tempo recebendo muita ajuda dos seus amigos do hospital, principalmente do Gustavo, um dos cirurgiões que se torna seu amigo, a louca da Karine, a Carla, a Josi e a Helô.

E o melhor de tudo? A Lupi consegue se apaixonar de novo, e o mocinho, que eu tinha inclusive nojo quando apareceu no livro, na verdade é a coisa mais fofa desse mundo de meu Deus!       Só não supera o Rodrigo Lombardi e o Bruno Garcia! Hahaha!

Enfim, eu super recomendo esse livro para quem quer sorrir, se emocionar, torcer e se inspirar, pois a Lupi nos mostra na prática que fundo de poço tem mola e que maridos cafajestes devem ficar bem longe da gente!

Ah, quero saber o que vocês acharam desse livro! Ele está a venda na Amazon por um preço super amigo!

Beijos de luz da tia !

DiraArrais – Autora parceira SPAA

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s